VOCÊ GOSTA DE LER?

Leitura é muito mais do que decodificar palavras. É ir muito além! É voar sem destino pelas páginas de um livro.
Devemos observar várias formas de arte, expressas em textos escritos ou não (verbal ou não verbal) e, delas tirar lições, reflexões, ou mesmo divesão. O que não podemos é sairmos indiferentes, pensando: não entendi nada! Ou fingindo ter entendido tudo, sem no entanto, ter compreendido o que o emissor realmente disse.
Muitas mensagens, realmente são de entendimento dúbio, ou seja, dá margens a mais de uma interpretação.
O que não se deve, é não entender nada! Se por acaso isso acontercer, e não é nada depreciativo assumir isso, devemos buscar mais informações e, fazer com que de alguma forma, essa leitura acrescente algo de positivo em nossa vida.

Leia, vá ao cinema, museus, shows, teatros, ouça músicas, mas reflita, pense!
Se não tiver argumentos bem fundamentados, cale-se e vá aprender mais.


"NÃO TENHO UM NOVO CAMINHO. O QUE TENHO É UM NOVO JEITO DE CAMINHAR." (Thiago de Melo)


sábado, 21 de janeiro de 2012

INFINITO INSTANTE (Clovis C. Rocha)

              

Um instante é pouco
em uma eternidade,
mas o suficiente
para viver este amor!

Um toque do teus lábios é pouco
diante da presença do teu corpo,
mas muito,
para acalmar esta dor!

Uma palavra é pouco
mas soa como música
nestes ouvidos feridos, carentes
dos afagos da sua voz!

Não desperdice tudo isso,
guarde como bálsamo
para acalmar esse amor,
perpetuar meu sonho
para muito além do infinito
caminhar da humanidade!

Um comentário:

Vanessa Spagnol disse...

Não desperdice a palavra amor, não desperdice qualquer amor..É preciso sentir e vivenciar...provar até a dor. Ser feliz até o fim..
Ótimo poema!