VOCÊ GOSTA DE LER?

Leitura é muito mais do que decodificar palavras. É ir muito além! É voar sem destino pelas páginas de um livro.
Devemos observar várias formas de arte, expressas em textos escritos ou não (verbal ou não verbal) e, delas tirar lições, reflexões, ou mesmo divesão. O que não podemos é sairmos indiferentes, pensando: não entendi nada! Ou fingindo ter entendido tudo, sem no entanto, ter compreendido o que o emissor realmente disse.
Muitas mensagens, realmente são de entendimento dúbio, ou seja, dá margens a mais de uma interpretação.
O que não se deve, é não entender nada! Se por acaso isso acontercer, e não é nada depreciativo assumir isso, devemos buscar mais informações e, fazer com que de alguma forma, essa leitura acrescente algo de positivo em nossa vida.

Leia, vá ao cinema, museus, shows, teatros, ouça músicas, mas reflita, pense!
Se não tiver argumentos bem fundamentados, cale-se e vá aprender mais.


"NÃO TENHO UM NOVO CAMINHO. O QUE TENHO É UM NOVO JEITO DE CAMINHAR." (Thiago de Melo)


sábado, 21 de agosto de 2010

SEM FRONTEIRAS

Há dois relógios dentro de mim
Um deles diz: não pare
Outro diz: pare sim!

Tem duas setas em minha mente
Uma diz: olhe para trás
Outra diz: olhe para frente!

Tem dois vagalumes na minha mão
Um acende a lanterna
Outro dá um apagão

Não sei se corro ou caminho
Mas sei onde quero chegar
Se corro, chego mais cedo
Porém, terei que esperar.
Talvez não esteja maduro
O fruto que irei buscar.

Pra frente é que vou seguir,
Para trás não quero voltar
Nos caminhos que já percorri
Tinham pedras para ultrapassar.

Outras tantas encontrarei
Nos caminhos rumo ao futuro
Jamais pedra atirarei
Muito menos construirei muro.

Quero um mundo sem fronteiras,
Bastante respeito,
Muita  liberdade,
E bastante seguro.

Nenhum comentário: