VOCÊ GOSTA DE LER?

Leitura é muito mais do que decodificar palavras. É ir muito além! É voar sem destino pelas páginas de um livro.
Devemos observar várias formas de arte, expressas em textos escritos ou não (verbal ou não verbal) e, delas tirar lições, reflexões, ou mesmo divesão. O que não podemos é sairmos indiferentes, pensando: não entendi nada! Ou fingindo ter entendido tudo, sem no entanto, ter compreendido o que o emissor realmente disse.
Muitas mensagens, realmente são de entendimento dúbio, ou seja, dá margens a mais de uma interpretação.
O que não se deve, é não entender nada! Se por acaso isso acontercer, e não é nada depreciativo assumir isso, devemos buscar mais informações e, fazer com que de alguma forma, essa leitura acrescente algo de positivo em nossa vida.

Leia, vá ao cinema, museus, shows, teatros, ouça músicas, mas reflita, pense!
Se não tiver argumentos bem fundamentados, cale-se e vá aprender mais.


"NÃO TENHO UM NOVO CAMINHO. O QUE TENHO É UM NOVO JEITO DE CAMINHAR." (Thiago de Melo)


quinta-feira, 21 de julho de 2011

COMO REGISTRAR SEU TEXTO


Muitas pessoas têm me procurado com uma dúvida em comum:

COMO REGISTRAR SUA OBRA (TEXTO)

Diferente do que muitos escritores supõem assegurar o direito sobre uma obra, não é caro e nem complicado.
O registro em um cartório não é a maneira correta, só quem pode executar esse registro é a Biblioteca Nacional, cuja sede fica no estado do Rio de Janeiro. Não é necessário ir até lá para conseguir o registro, ele pode ser enviado de maneira bastante segura, pelo correio. Basta seguir os seguintes passos:
·        Consulte o ÍNDICE DE GÊNEROS e veja com classificar sua obra – consulte a tabela a baixo, ou - http://www.bn.br/portal/arquivos/pdf/tabela.pdf
·        Imprima e preencha REQUERIMENTO PARA REGISTRO OU AVERBAÇÃO (pode ser a caneta) - http://www.bn.br/portal/arquivos/pdf/FORMULARIODEREQUERIMENTO.pdf
·        Consulte a tabela de preços atualizada - http://www.bn.br/portal/arquivos/pdf/tabela.pdf]
·        Para pagar a taxa, é preciso gerar um boleto GRU (Guia de Recolhimento da União), acesse esse link - http://www.bn.br/portal/index.jsp?nu_pagina=69, preencha o formulário e peça para Gerar Boleto, se houver dificuldade na geração do boleto, há explicação de como proceder para efetuar o pagamento da taxa.
·         Completadas essas etapas, coloque o texto em um envelope e encaminhe-o no seguinte endereço, se não se sentir seguro, envie registrado ou sedex.–
·        Rio de Janeiro - RJ  
Escritório de Direitos Autorais
Rua da Imprensa, 16/12º andar - sala 1205
Castelo - Rio de Janeiro - 20030-120
·        Em poucos dias você receberá, também pelo correio, um protocolo que já te serve como garantia do envio, em caso de demanda judicial, e dentro de mais alguns dias ou semanas, um documento de averbação, sua garantia definitiva.
·        Observação – PRESTE BEM ATENÇÃO – não é necessário pagar folha por folha no caso de poemas, contos, crônicas, etc. Pode-se encadernar os textos, ou grampeá-los e registrá-lo com um único título e consequentemente, única taxa.
·        Mais informações pode conseguir pelos telefones –
·        Tel. (21) 2220-0039 / 2262-0017 –
·        Fax. (21) 2240-9179
·        Para obter essas informações acesse - http://www.bn.br/portal/?nu_pagina=28
·       Outras obras também podem ser registradas da mesma forma, para registro de músicas - http://www.bn.br/portal/arquivos/pdf/Procedimentos_para_registro_de_Letras_e_Partituras.pdf

Nenhum comentário: